INFARTO FULMINANTE – SINTOMAS, PREVENÇÃO E TRATAMENTO

Uma das principais causas de morte súbita, sem dúvida nenhuma, é causada pelo infarto fulminante, ou seja, aquele que casa óbito repentino do paciente, sem que ocorra tempo suficiente para deslocamento ate um hospital.

Atualmente, cerca de 15% dos infartos, causam morte súbita, os outros 85% são infartos que dão chance de vida ao paciente, podendo assim, acontecer o transporte ate o hospital, dando assim, uma maior oportunidade de vida para o paciente.

Porém, nem sempre é possível prever que esse trágico acidente está para acontecer, porém, existem alguns fatores de risco, que podem fazer com que o infarto aconteça, são eles:

Idade acima dos 50 anos;

Diabetes;

Tabagismo;

Obesidade;

Consumo de cocaína;

Colesterol elevado;

Alcoolismo.

Esses são os principais fatores de risco, e quando, acumula-se mais que um, situação pode ser ainda mais grave.

Já os sintomas, podem ser os mais variados possíveis, e nem sempre, as pessoas os sentem, porém, em sua maioria, os sintomas são:

Dor no peito;

Dormência dos brancos;

Dormência das pernas;

Lembrando que, esses sintomas também podem significar diversos outros problemas, por isso mesmo, é fundamental a procura por um médico.

Para prevenir o infarto fulminante, o ideal é sempre procurar um médico, realizar os exames de rotina, como colesterol e também, a pressão arterial.

Procure cuidar da dieta, consumindo alimentos mais saudáveis, mais leves, e evitando assim, a obesidade e o sobrepeso.

Pratique exercícios, nem que seja apenas uma caminhada, uma corrida, isso vai fazer uma diferença enorme para a vida.

Diminua o consumo de cafeína e bebidas alcoólicas.

Comente (será moderado)