Julgar os outros é fácil

Navegando aqui, acabei esbarrando em uma Página da Web que me chamou atenção pela mensagem, onde falava sobre julgar as outras pessoas. Eu achei a mensagem muito bonita, fala umas verdades que as vezes fingimos não saber e acabamos deixando de lado. Então deixo aí pra vocês, queridos leitores, na íntegra.

Julgar os outros é fácil

“Estamos constantemente julgando os outros. Nosso olhar de crítica é um permanente juiz do próximo. Enxergamos tudo, principalmente os defeitos alheios, e a nós tudo nos perdoamos, embora os defeitos dos outros sejam um reflexo dos nossos próprios, caso contrário não seríamos capazes de reconhecê-los.

Somos condescendentes ao extremo com nossas fraquezas. Relevamos, com toda facilidade nossos deslizes, esses mesmos que nos outros condenamos abertamente. Ser juiz em causa própria é missão das mais difíceis. Exige uma dose muito grande de autenticidade, virtude tão preciosa quanto rara, hoje em dia.

Saber julga-se na devida proporção das culpas e virtudes implica em possuir um alto grau de humildade e sabedoria. É tão fácil culpar os outros, quanto é fácil desculpar-se. É tão fácil ver os defeitos alheios, quanto ignorar os seus. É tão fácil destruir, quanto é difícil construir. Começar por nós mesmos é a maior sabedoria.”

Comente (será moderado)